Liturgia

São Nicolau

A figura desse santo bispo, tão amado e celebrado em todo o mundo, é frequentemente confundida com a lenda que o envolve. No entanto, sua fama – que da cidade de Mira, na Lícia, difundiu-se por todo o Oriente até chegar ao Ocidente, por meio dos países escandinavos e anglo-saxônicos – tem fundamento histórico: São Nicolau é portador de grandes valores humanos e cristãos.

Nicolau teria nascido em Patara, na Lícia, atual Turquia, aproximadamente no ano 270, em uma riquíssima família. Ficou órfão e, sendo filho único, empregou os seus bens para socorrer os pobres, os enfermos e os prisioneiros. Da narrativa do socorro oculto que prestou a três garotas de uma família humilde, para libertá-las do perigo da prostituição, surgiu em muitos lugares a tradição de oferecer o dote às meninas pobres por ocasião da festa de São Nicolau.

O bispo de Mira, observando a vida evangélica do jovem Nicolau, quis inseri-lo entre os seus presbíteros. Por ocasião da morte desse mesmo bispo que o acolheu, o povo elegeu Nicolau para substituí-lo.

São Nicolau de Mira (ou de Bari)

Nicolau continuou com maior fervor sua obra caritativa, empregando não só os seus bens familiares, mas também os recursos da sua Igreja. Fiel à fé dos pais, não se deixou contaminar pela heresia ariana e participou, no ano 325, do Concílio de Niceia, onde foi proclamada a divindade de Cristo.
Acredita-se que tenha morrido entre os anos 345 e 350. Nicolau foi sepultado na Catedral de Mira, entre o pranto geral dos seus fieis. Logo passou a ser venerado como santo.

Quando a região da Ásia Menor caiu sob o poder dos sarracenos, um grupo de marinheiros, no ano 1087, conseguiu transferir os ossos de Nicolau para Bari, na Itália, onde foi construído para ele um maravilhoso templo, que se admira ainda hoje.

A fama de Nicolau e os numerosos e extraordinários milagres atribuídos à sua intercessão fizeram dele um dos santos mais populares da cristandade. Na fantasia popular, foi secularizado, tornando-se o Weihnachstmann no norte da Alemanha, Saint Klaus nos países anglo-saxônicos e Papai Noel nos países latinos. Mas além da instrumentalização consumista, o santo bispo ainda hoje lança um apelo atualíssimo sobre a destinação social dos bens.
Por sua proveniência da Igreja oriental, foi construído em Bari um instituto ecumênico que traz o seu nome.

Fonte: Revista Ave Maria, págs. 14 e 15, dez/2012

Compartilhe!