Sem categoria

Novena de Natal – 2º dia

17 de dezembro – 2° dia

Faça primeiro as orações iniciais!

Segundo dia, dedicado à COMPREENSÃO. Compreensão é uma característica distintiva de todo amor verdadeiro.

Podemos dizer que a encarnação de um Deus que se faz homem pode ser lida em função desse grande valor chamado compreensão. É um Deus que se põe em nosso lugar, que rompe as distâncias e compartilha de nossas preocupações e nossas alegrias. É graças a esse amor compreensivo de um Deus Pai que somos filhos de Deus e irmãos entre nós. Deus, como afirma São João, nos mostra a grandeza de seu amor e nos chama a viver como seus filhos. Ler a Primeira Carta de São João 3, 1 – 10.

1. Considerai com que amor nos amou o Pai, para que sejamos chamados filhos de Deus. E nós o somos de fato. Por isso, o mundo não nos conhece, porque não o conheceu.
2. Caríssimos, desde agora somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de ser. Sabemos que, quando isto se manifestar, seremos semelhantes a Deus, porquanto o veremos como ele é.
3. E todo aquele que nele tem esta esperança torna-se puro, como ele é puro.
4. Todo aquele que peca transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.
5. Sabeis que (Jesus) apareceu para tirar os pecados, e que nele não há pecado.
6. Todo aquele que permanece nele não peca; e todo o que peca não o viu, nem o conheceu.
7. Filhinhos, ninguém vos seduza: aquele que pratica a justiça é justo, como também (Jesus) é justo.
8. Aquele que peca é do demônio, porque o demônio peca desde o princípio. Eis por que o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do demônio.
9. Todo o que é nascido de Deus não peca, porque o germe divino reside nele; e não pode pecar, porque nasceu de Deus.
10. É nisto que se conhece quais são os filhos de Deus e quais os do demônio: todo o que não pratica a justiça não é de Deus, como também aquele que não ama o seu irmão.

Se verdadeiramente agimos como filhos de Deus não imitamos Caim mas “damos a vida pelos irmãos” (3, 16).

Com um amor compreensivo, somos capazes de ver as razões dos outros e ser tolerantes com suas falhas.

Se o NATAL nos torna compreensivos, é um excelente Natal.
Feliz Natal é aprendermos a nos colocar no lugar dos outros.

Fazer as orações finais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *