Sem categoria

O Dono da festa

Em alguns países se vem procurando resgatar o sentido do Natal com a exposição pública de presépios.

O natal (com “n” minúsculo) do consumo aquecido, das promoções e sorteios, das lendas de papai Noel (ou Grinch) etc., não faz sentido por si mesmo: um período em que necessariamente se “deve” comprar presentes, comer comidas diferentes, espalhar na casa enfeites norteamericanos feitos na China, e depois… o quê?
Jesus no tabernáculoCostumam enfeitar o problema, dizendo: “É a festa da família, um momento para ficarmos unidos”.

É sério que o Natal (com “N” maiúsculo) é isso?

O que se comemora no Natal?

Ah!… Ouvi gente respondendo: “comemora-se o nascimento de Jesus”. Muito bem!

E quem é Jesus?

“Jesus é o Filho de Deus, feito homem, para nos salvar” – é a resposta do Catecismo aprendido há alguns decênios, mas tudo bem, é uma resposta correta.

Só que também não é somente essa a resposta: falta um pouco mais de detalhe, de recheio, de “porquês” respondidos para que consigamos viver o Natal de verdade.

Queremos conhecer quem é o Dono desta festa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *